Como Neutralizar as Angústias e Manter o Empenho?

Por  •  11 jun 2012  •  Como se Preparar, Gestão Emocional  •  21 Comentários
Rock Climbing

O processo de preparação para concursos públicos e busca da aprovação é incompatível com o espírito imediatista. Mas isto não significa que não exista angústias e estados de impaciência ao longo desta jornada, o que exige estratégias para neutralizar e saber enfrentar tais dificuldades. O objetivo deste texto é trabalhar algumas possibilidades de estratégias e atitudes para superar e enfrentar as naturais angústias inerentes à trajetória de preparação.

Não há como ignorar que o concurso público deve ser encarado como um objetivo de longo prazo. Não apenas de longo prazo, como pautado por obstáculos e frustrações, o que tende a ocorrer diante das naturais reprovações, esperadas ou não. Outro aspecto que intensifica o estado de angústia consiste na falta de clareza sobre quando esta jornada termina, ou seja, não temos bola de cristal para enxergar o final. Acrescente-se aí a insegurança quanto à incerteza de não saber se haverá final, pois o pensamento de dúvida sobre a aprovação por vezes aparece.

Por isto, é preciso trabalhar estratégias para lidar com tais angústias.

E não adianta se alimentar de abordagens motivacionais-superficiais, do tipo autoajuda para concurseiros, pautadas em colocações como “você vai passar!”, “acredite em você!”, “você pode!”, “você consegue!”, pois, na realidade, superados alguns minutos, a angústia tende a voltar. Ou seja, salvo melhor juízo ou opiniões em sentido contrário (desde que fundamentadas e imparciais), a eficácia deste discurso é bastante limitada, dada a sua superficialidade.

Neste sentido, de modo a trabalhar a superação das naturais angústias, uma estratégia passível de efetivamente produzir resultados tem como base a adoção de metas de curto prazo. E fundamentos para isto não faltam.

Conforme a lógica da psicologia do comportamento, somos movidos, em termos psicológicos, por uma dinâmica de estímulo-resposta. Ou seja, um estímulo positivo, leva a uma resposta positiva, em termos emocionais, sendo que o mesmo vale para o negativo (CARRARA, Kester. Behaviorismo, Análise do Comportamento e Educação. in Introdução à Psicologia da Educação. São Paulo: Avercamp, 2004, pgs. 116/117).

Por exemplo, se recebemos um elogio de um professor, reconhecendo que estamos avançando nos estudos, trata-se de um estímulo positivo, que levará a uma reação emocional positiva. Se tomamos contato com uma reprovação, trata-se de um estímulo negativo, que leva a uma reação emocional negativa.

Daí vem a idéia de reforço, o que seria busca de estímulos positivos, para manter estados emocionais positivos, em termos de reações e respostas (positivas). Os criadores das redes sociais sabem muito bem disto. Quando somos tentados a entrar no Facebook para ver quantos “cutir” teve nosso comentário ou foto, estamos buscando reforço.

Portanto, trabalhar com estratégias de curto prazo significa criar mecanismos de reforço positivo, ao longo do processo de preparação. Exatamente isto nos leva à ideia do Foco no Processo, a qual, diferentemente do Foco no Resultado, faz com que o candidato não tente enxergar o final da caminhada, procurando ficar focado no passo a passo.

Ou seja, o candidato estabelece metas de curto prazo e procura se satisfazer com o seu cumprimento, criando reforço positivo.

Assim, é preciso trabalhar com estratégias que viabilizem o estabelecimento de metas de curto prazo, bem como disponha de mecanismos para identificar o cumprimento destas metas.

Para tanto, a metodologia inerente ao Sistema Tuctor pode proporcionar uma relevante contribuição. Principalmente por conta de uma funcionalidade denominada Extrato da Conta de Estudos.

Nesta função o Sistema mostra ao usuário o resultado do cumprimento das metas previamente estabelecidas (pelo próprio sistema). Assim, se o usuário as cumpre, tem motivo para ficar feliz e comemorar, o que se traduz em reforço positivo. Se não as cumpre, é preciso refletir sobre o que está ocorrendo.

Esta demonstração de resultados ocorre por meio de uma série de parâmetros, como gráficos e indicadores, conforme indicado na figura abaixo:

Atualmente alguns usuários se alimentam emocionalmente a cada semana dos seus Extratos. Não são poucos os que dizem que vivem em função do que enxergam nos gráficos e indicadores. No caso do segundo gráfico acima, não é incomum usuários do sistema afirmarem que lutam para ver a “bola ficando verde”, o que envolve o gráfico voltado a retratar a evolução do plano de estudos.

Outro aspecto relevante, ainda relacionado ao Extrato, consiste nos feedbacks. Segundo o psicólogo organizacional Paul Spector, “…o feedback é necessário porque permite que as pessoas saibam se o seu comportamento as está levando ou não na direção de seus objetivos…” (Psicologia nas organizações. São Paulo: Saraiva, 2006, pág. 304).

Obviamente que se pode considerar que a adoção desta estratégia seja a solução milagrosa que acabará com todas as dificuldades dos candidatos, bem como que seria a única passível de adoção para esta finalidade. Mas é fato que ajuda a neutralizar as angústias. Também é fato que podem ser construídas outras estratégias que levem ao mesmo objetivo.

O fundamental é não ignorar que as angústias existem e algo deve ser feito no sentido na neutralização. Do contrário, ao invés de dispor de uma estratégia que o mantenha empenhado, o candidato estará construindo um caminho no qual vai sendo minado a cada semana.

Portanto, Foco no Processo!

PS: clique para ler o texto sobre Preparação para Concursos e Foco no Processo

21 comentários até agora. Deixe o seu.

  1. Ana Carolina-DF disse:11 jun 2012 às 12:52 pm · Responder

    Muito bom!!! Como sempre! Parabéns Doutor, o senhor está no caminho certo, sim!

    • Rogerio Neiva disse:11 jun 2012 às 2:02 pm · Responder

      Cara Ana Carolina, obrigado pelo incentivo!
      Conte comigo!
      Abcs!

  2. edinéia disse:15 jun 2012 às 2:57 pm · Responder

    Professor Rogério, o senhor é um mestre na arte de falar as coisas certas na hora certa!!! Obrigada.

    • Rogerio Neiva disse:15 jun 2012 às 5:48 pm · Responder

      Obrigado Ednéia!
      Conte comigo.
      Abcs!

  3. Silvana Arrais disse:18 jun 2012 às 9:10 pm · Responder

    Prof., parece que ouvi minha terapeuta (comportamental) falando: ” estabeleça pequenas metas”… rsrsr
    Parabéns pela abordagem, mais uma vez. É sempre bom ler os seus artigos, são motivadores, sabia?!

  4. Newton Mendes Junior disse:29 jun 2012 às 10:27 pm · Responder

    Caro Dr. Rogério, meus parabéns pelo brilhante trabalho! O que mais me encantou, além da bela redação e conhecimento jurídico, foi a sua objetivadade!

    Parabéns, Newton.

    • Rogerio Neiva disse:30 jun 2012 às 12:03 am · Responder

      Caro Newton, muitíssimo obrigado pelo incentivo e feedback!
      Abcs e sucesso!

  5. Patricia Bianchi Veiga disse:23 jul 2012 às 12:08 pm · Responder

    Obrigada, Professor! Muito bom poder contar esse suporte que o blog tem oferecido.
    A título de sugestão, a página poderia conter link que possibilitasse seu encaminhamento por email para outras pessoas. A fonte seria resguardada e facilitaria para quem considera importante divulgar seu conteúdo.
    Abç!

    • Rogerio Neiva disse:25 jul 2012 às 12:17 am · Responder

      Obrigado pela dica Patrícia! Vou solicitar a função. Abcs!

  6. santos disse:31 ago 2012 às 12:45 pm · Responder

    Difícil superar uma derrota principalmente quando já se prévia uma vitória. Quando a derrota vem acompanhada de uma grande injustiça fica impossível, busca-se de tudo para tentar a superação, inclusive a sua própria culpa mesmo sabendo que não foi. Sou daquelas que oferece os 2 lados da face, mas ultimamente a coisa ta ficando cada vez pior, dificílimo!!! Meu único pensamento no momento é deixar fluir para aguardar os acontecimentos. Davi X Golias, que em nosso tempo não terá o final que conhecemos.

  7. Karine disse:31 ago 2012 às 2:01 pm · Responder

    Caro Dr. É sempre maravilhoso deleitar-se com suas palavras. De fato, sua ajuda tem contribuído para meu sucesso. Obrigada, e saiba que todos temos muito orgulho de seu emprenho! Deus te abençôe sempre!

  8. ruggery disse:1 set 2012 às 3:07 am · Responder

    Caro Dr. primeiro gostaria de parabeniza-lo pela disposição em ajudar a todos os concurseiros, seja pelos artigos com dicas, seja pelo sistema do tuctor, que por sinal é ótimo, só tem um porém, nele quando coloco vídeo-aulas ele as particiona, e dentro do micro-ciclo fica com algo como 30 min para o dia x, mas a aula tem 1 hora, não sei se estou colocando algo errado, mas já tentei de tudo e ainda n consegui. no mais, o tuctor é perfeito para a minha preparação à magistratura, e agradeço ante-mão pelos incentivos e dicas, que sempre me ajudam a melhorar no método de aprendizado.

    agradeço novamente por sua disposição e “vamo que vamo”

  9. Analice da Silva disse:6 jan 2013 às 2:32 pm · Responder

    Caro Mestre,
    Sou leitora assídua deste blog e também usuária do tuctor, atualmente na versão free porque estou na fase de contenção de despesas..rsrs Já tinha lido este texto, mas nesse momento pós reprovação na sentença cível, procuro alento porque reprovar nesta fase é ainda mais angustiante, principalmente, como é o meu caso, sem nenhum apoio familiar. Ouvir frases do tipo “se fosse competente não precisaria virar à noite fazendo recursos… Se fosse inteligente passaria em concurso…” Isso dói mais que não passar por alguns décimos.
    Seus ensinamentos são a minha maior motivação. Obrigada.

  10. martha neves disse:19 out 2014 às 5:42 pm · Responder

    Obrigado professor,
    Esse texto para mim foi de grande importância, muito motivador.

  11. Marcio Belchior disse:29 nov 2014 às 7:48 pm · Responder

    Douto profº Rogério Neiva, estou maravilhado com a estrutura que disponha para nos auxiliar nessa jornada. Estou conhecendo-o agora, seus atributos amealhados durante a carreira de sucesso que sustenta, e quem sabe não tenho o prazer de pessoalmente cumprimenta-lo. Estou direcionando meus esforços para concurso, porem tenho que me preparar para a OAB também! Faço isso conjuntamente ? eles se identificam ? Agradeço a atenção e Vamos aos estudos, Excelência!

  12. Diego Cavalcante disse:12 mar 2016 às 4:47 pm · Responder

    Caro professor Rogério, estou dando início aos meus estudos e seu site está sendo de relevante importância. Muito obrigado e tenha uma semana abençoada !

Menções deste artigo em outros sites:

  1. Palestra Gratuita sobre Como se Preparar para Concursos Públicos
  2. Disciplina e Metas de Estudo para Concursos Públicos
  3. Motivação para Concursos Públicos e Gestão Emocional: Top Posts 2012
  4. Microciclo no Planejamento de Estudos para Concursos Públicos
  5. Motivação, Prêmios e Recompensas nos Estudos para Concursos Públicos

Deixe um Cometário