Relato do Aprovado no Concurso Público (27a. ed.)

Por  •  18 fev 2010  •  Relato do Aprovado  •  12 Comentários

* republicação

O post abaixo faz parte de pauta do Blog que traz relatos de candidatos que lograram êxito na aprovação no concurso. Se você tiver alguma sugestão de canditato de êxito, faça a indicação no campo de comentários, deixando os seus contatos e do candidato indicado.

Nome do Candidato de Êxito: Ercias Rodrigues de Sousa

Cargo atual: Procurador da República

Meu nome é Ercias Rodrigues de Sousa, tenho 48 anos e atualmente sou Procurador da República. Sou casado, moro com minha esposa e tenho três filhos (todos moços, um inclusive já é casado). Estou lotado em Porto Velho-RO, mas sou de Curitiba, sendo que antes de me deslocar para a cidade de lotação atual passei três anos em Londrina-PR.

Sou formado em Economia e Direito, tendo concluído a primeira graduação em agosto de 1984 e a segunda (no curso de Direito) em 1994. Além do concurso para o cargo que ocupo atualmente, passei nos concursos para os cargos de Fiscal de Rendas do Estado do Paraná (1984), Fiscal de Rendas do Estado de São Paulo (1986) e Procurador da Fazenda Nacional (2005). Antes de assumir o cargo atual, fui Agente Fiscal de Rendas do Estado de São Paulo e Procurador da Fazenda Nacional.

Passei no concurso de Procurador da República em 2008. Iniciei a preparação especificamente para o concurso de Procurador da Fazenda em 2003, tendo assumido o referido cargo em 2005, e continuei estudando para o Ministério Público Federal. Paralelamente, trabalhava e lecionava quase todos os dias na graduação e pós-graduação do curso de Direito.

Montei um planejamento de estudos para todos os concursos que fiz. Freqüentei um único curso preparatório presencial, no Instituto do Prof Damásio, numa época em que lá lecionavam os Profs Fernando Capez, Luiz Flávio Gomes, Marcato e Roque Carrazza.

Nunca estudei em grupo, até porque meus horários eram meio complicados, pois estudava de madrugada, muitas vezes acordando 4 hs. da manhã, para estudar até 8h30 antes de ir ao trabalho. Não freqüentava bibliotecas, mas estudava em média em torno de 4 horas por dia. Inclusive, nos fins de semana eu apertava um pouco o passo e recuperava o tempo perdido na semana.

Enfrentei diversos momentos difíceis. Considero impossível não ter aquelas situações em que a gente pensa: não vai dar! Mas imediatamente eu refletia: puxa, se não der, não quero que seja por minha culpa. E na seqüência, voltava a me empenhar nos estudos. Em alguns momentos cheguei a achar que não passaria, sendo tomado por pensamentos do tipo: o alvo é muito alto, será que consigo?

As principais dificuldades que considero que tive foram o pouco tempo para o estudo, o fato de ter feito o curso de direito já “maduro” -terminei com 34 anos-, bem como ter parado de estudar por uns bons anos para fazer o mestrado e o doutorado.

Quando fui aprovado no concurso de Procurador da Fazenda Nacional estava trabalhando em SP e morava em Curitiba. Liguei imediatamente para casa e falei para a minha esposa. Ela bem desligada perguntou: ah é? Quanto você vai ganhar? Já no concurso para Procurador da República, que eu tinha como um sonho, daqueles quase inatingíveis, assim que saiu o resultado, fui orar, agradecendo a Deus e imediatamente falei para a minha esposa. Desta vez ela “se mancou” e não perguntou nada de salário (rsrsrsrs), mas ficamos tão felizes que passamos o resto do dia ligando para todo mundo para comunicar a benção.

Comemorei a aprovação em família, com minha esposa e nossos dois filhos, que moravam conosco.

Com todo o processo vivenciado nesta trajetória, considero que fiquei até bem maduro fazendo concurso e estudando com afinco. Penso que, dentre outros valores, transmiti aos meus filhos a idéia de que para se fazer algo relevante é necessário muito trabalho e, conforme acredito, muita fé em Deus. Inclusive fui professor no curso de direito, de dois deles, enquanto me preparava, o que foi uma experiência muito boa.

Quanto aos conselhos aos candidatos, em primeiro lugar, como professo uma fé religiosa, não posso deixar de mencionar que Deus há de ser chamado para esse projeto. Depois, é imprescindível fazer um planejamento e seguí-lo. Também não posso deixar de ressaltar : vale a pena cada noite, cada madrugada, cada feriado gasto nos estudos. Estou realizado no Ministério Público Federal!!!

Sucesso aos leitores do Blog do Prof Rogerio Neiva!

12 comentários até agora. Deixe o seu.

  1. Maria Regina disse:13 abr 2010 às 5:08 pm · Responder

    Dr. Ercias,
    Meu muitíssimo obrigado. Que Deus o abençõe e a sua família eternamente. Regina.

    Dr. Neiva,
    Muito, muito obrigado mesmo. Regina.

    • Eliane disse:3 jul 2011 às 7:24 pm · Responder

      parabénsssss

  2. Maria disse:11 jun 2010 às 12:05 am · Responder

    Dr. Ercias,
    Por acaso li o relato da sua trajetória.
    Confesso que suas palavras fizeram-me reanimar e recomeçar meus estudos para Procurador da República, com uma programação mais eficaz e com objetivo!
    Obrigada.
    Maria

  3. Isaura Xavier disse:10 dez 2010 às 12:32 pm · Responder

    Antes de tudo, meus parabéns e congratulações pela tão almejada conquista.
    Comecei meus estudos para Procurador da República, porém estou sem suporte quanto aos livros e autores mais indicados em todas as disciplinas do aludido concurso. Agradeço desde já pela indicação.
    Muito obrigada,
    Isaura Xavier

  4. Caroline disse:18 jan 2011 às 1:18 pm · Responder

    Dr. Ercias,

    Me identificqui bastante com a sua história.Também sou professora de Direito e parei de estudar para concursos já faz anos, então me pergunto se com 35 anos de idade ainda tenho chance de voltar a estudar e ser aprovada em concurso? Além disso, meu maior “sonho de consumo” é ser procuradora da república e fico pensando se não é demais para mim. Seu depoimento me motivou. Obrigada!

  5. Jonathan disse:15 jul 2011 às 1:52 pm · Responder

    Parabéns!! Meu sonho é a Procuradoria da Fazenda, na qual já estagiei inclusive a alguns anos.

    Como você dividia essas horas ou dias de estudo? Quais as matérias de ênfase?

    Abraço!

  6. Solange disse:14 set 2011 às 6:30 pm · Responder

    Parabéns doutor Ercias, também estudo para concurso, no momento, para procurador do estado do Paraná, sei o quanto é difícil ser aprovado, por isso mais uma vez parabéns. O sr. falou algumas vezes em Deus, e isso me chamou a atenção, também acredito muito em Deus, pai de nosso Senhor Jesus Cristo.

    Solange

  7. POMPÍLIO DE BRITO SILVA disse:28 out 2011 às 10:58 pm · Responder

    CONTINUE FIRMES E CONSTANTE SABENDO QUE O SEU TRABALHO NÃO É EM VÃO NO SENHOR. O SENHOR CONHECE BEM A PALAVRA DE DEUS, OFEREÇO PARA SUA MEDITAÇÃO E REFLÊXÃO,MEUS VOTOS E ORAÇO~ES É QUE O SENHOR ALCANCE O MAIOR CARGO NO PODER JUDIÇA´RIO FEDERAL. O SENHOR É UM EXEMPLO DE HOMEM PÚBLICO,POUCOS ENTRE MILHARES. POMPÍLIO, AGUARDO UMA VISITA DO SENHOR SOU MUITO HUMILDE,MAIS SERIA UM GRANDE PRAZER.

  8. MARCUS VINICIUS MOREIRA disse:26 jan 2012 às 2:09 pm · Responder

    Dr. Ercias, parabéns pelas conquistas e, principalmente por professar sua fé.
    O sr. me deu aula de direito constitucional na Toledo de Presidente Prudente, no ano de 2001. O vi em uma reportagem do Jornal Nacional.
    Faço concurso para Delegado de Polícia e, estou aguardando ser chamado no estado de MT. Sei a dureza que é a vida de concurseiro. Felicidades!

  9. UILEMBERGUEM disse:25 mar 2012 às 12:53 pm · Responder

    Prezado Dr. Ercias:
    Com muita dificuldade, concluo um curso de Mestrado em Direito, este ano de 2012, uma vez que sou servidor público e não tenho boa situação financeira.
    Li atentamente sua trajetória, confesso que me identifico muito com sua emocionante história, haja vista que também iniciei meus estudos com idade avançada, fiz alguns cursos preparatórios e duas especializações, antes de ingressar no programa de Mestrado em Direito, atualmente tenho 43 anos.
    Será que estou velho para o concurso público de Procurador da Fazenda Nacional? Devo retomar os estudos ? Esta dúvida é terrível!
    De qualquer forma, parabéns pela devoção em Deus e pela brilhante conquista. Pessoas como você são exemplos de superação. Forte abraço!

  10. ANDRÉ disse:1 jun 2012 às 10:33 pm · Responder

    SOU EVANGÉLICO , CORRETOR DE IMÓVEIS , ESTOU NO 4ª ANO DE DIREITO E ME PREPARANDO PARA CONCURSO MAGISTRATURA OU MP , ME SENTI MUITO FELIZ COM O SEU RELATO QUE DEUS CONTINUE LHE ABENÇOANDO SÃO ESSAS PALAVRAS QUE ME FAZEM A CADA DIA CORRER ATRAS DO SONHO , ESTOU NUM MOMENTO DIFICIL DE FALTA DE TEMPO E FALTA DE COMPREENSÃO , ESTOU ESTUDANDO MUITO E COLOQUEI DEUS NO PROJETO E SEI QUE VAI DAR CERTO, QUE DEUS NOS ABENÇOE E MAIS UMA VEZ PARABÉNS

  11. DIOGO RODRIGUES RIBEIRO disse:26 ago 2013 às 9:20 pm · Responder

    Boa Dr. Ercias. Digno de ser chamado de Doutor, pois fez jus ao título.

    Ademais, instigou-me muito a continuar com o “sonho dourado” de ser Procurador da República. Estou no último ano do Curso e tenho 25 anos.
    A perseverança, dedicação o foco e a disciplina são fundamentais, mas, acima de tudo e, em primeiro lugar, está no SENHOR, Deus de Israel. Tenho colocado todos os meus sonhos nas mãos dele. Muitas vezes tenho pensado: será que não é sonhar alta demais (por ser atualmente o concurso mais difícil e ter um dos que tem o mais alto nível dos candidatos)? Quanto tempo de preparação? Os três anos de prática, como irei fazer?
    Muitas são as dúvidas e muitas são as batalhas e os desafios que virão.
    Só que, de uma coisa tenha certeza, que se meu sonho agradar ao coração do Pai, nada poderá me impedir, porque Ele é Deus pra fazer.

    Que Jesus continue te abençoando.

Deixe um Cometário