Depoimento do Aprovado: Juíza Dinah Fernandes

Por  •  4 mar 2011  •  Relato do Aprovado  •  28 Comentários
Concursos-Públicos-Relato-do-Aprovado-Juiz-Como-se-preparar-Dinah-Fernandes-2

Nome: Dinah Câmara Fernandes de Souza

Cargo: Juíza de Direito do Estado do Amazonas

Idade: 34 anos

Estado Civil: casada

Cidade na qual atua: Lábrea-Amazonas

Cidade de origem: Manaus – Amazonas

Data da Posse no cargo atual: 29 de novembro de 2009

Cargos ocupados anteriormente: Assessora Jurídica do Órgão Previdenciário do Estado do Amazonas

Formação: Direito

Data da conclusão da graduação: dezembro de 1999

Concursos aprovados anteriormente: Assessor Jurídico de Órgão Público Estadual e Assessor Jurídico da Câmara Municipal de Manaus.

Quando começou a se preparar para o concurso público: desde que saí da faculdade estudava para concursos, mas foquei nos estudos para a magistratura em 2006.

Como estudou:

- montou planejamento? não;

- fez cursinho? não;

- estudou em grupo? sim, com colegas de trabalho;

- estudava em biblioteca? sim, após o expediente ia para Biblioteca de uma Universidade em Manaus;

- estudava quantas horas por semana? 15 horas;

O que faria diferente: montaria um planejamento

Houve momentos de desânimo? Sim, quando me dava conta do quanto ainda tinha que estudar, e por me sentir cansada, pois trabalhava durante o dia e tinha minha responsabilidade como mãe e esposa. Estudar para concursos nos tira grande parte da convivência familiar, entre amigos, ficamos meio apáticos nos relacionamentos, porque achamos que todo o tempo é precioso para atingir o objetivo da aprovação.

Chegou a pensar que não passaria? Sim, em vários momentos.

Principais dificuldades: Disposição para estudar após um dia de trabalho.

O que fez para superar as dificuldades? Tomava muito café e pedia ajuda de Deus.

Algum detalhe do dia da prova a mencionar: fui fazer a prova tranqüila, sem sentir obrigação de ser aprovada. Considero o fator psicológico muito importante para lograr sucesso em um concurso. Não adianta estudar tanto e na hora não conseguir controlar os nervos.

Sobre o contexto da aprovação:

- como soube da notícia? uma amiga me enviou um email;

- onde estava? estava em Fortaleza-CE visitando minha mãe, que estava em tratamento de saúde;

- o que sentiu no momento em que recebeu a notícia da aprovação? Alegria imensa e gratidão a Deus!

- o que fez em seguida? Gritei muito agradecendo a Deus, avisei à minha família!

- como foi a comemoração? culto na Igreja Evangélica da qual sou membro;

- outros detalhes: me inscrevi no concurso no último dia do prazo, porque meu pai insistiu para que eu fizesse a prova e me deu o valor da minha inscrição. Quem foi pagar a taxa no banco foi meu esposo, porque eu não me sentia preparada o suficiente para fazer a prova, e achava que pagar R$ 200,00 só pra testar meus conhecimentos não valeria à pena.

Conselho aos candidatos: Estude de forma comprometida, mas sem desespero, você precisa aprender a gostar dessa rotina de estudos. Intercale a maratona de estudos com atividade física, mesmo que seja uma leve caminhada, o corpo doente e esgotado dificulta a boa assimilação pela mente. Tente dormir bem, está provado cientificamente que durante o sono o cérebro “processa e guarda” as informações obtidas durante o dia.

Leia bastante a legislação “seca”, sem comentários, para estar bem preparado e não ser pego por besteirinhas na prova objetiva. Não se esgote estudando o que não consegue assimilar com facilidade, ou não se identifica, reveze entre matérias agradáveis (como Direito Constitucional) e outras nem tanto (Direito Agrário). Não se esqueça que quem caminha chega à linha de chegada, quem corre pode chegar mais rápido, mas precisa estar condicionado fisicamente e treinado, para não cair no meio do caminho. A aprovação sempre chega pra quem se dedicar aos estudos, para uns mais cedo que para outros, mas o importante é não desanimar.

PS: Sucesso aos leitores do Blog do Prof Rogerio Neiva!

28 comentários até agora. Deixe o seu.

  1. Emanuel Meneses disse:4 mar 2011 às 11:47 am · Responder

    Deus é fiel!!!

  2. Luísa Borges disse:4 mar 2011 às 1:35 pm · Responder

    Muito bom ver um depoimento como esse, uma pessoa que me pareceu simples!!! Parabéns pela conquista!

  3. Tadeu disse:5 mar 2011 às 3:36 pm · Responder

    Acho que pra passar em concurso é assim mesmo, nem deus, nem oracao servem pra nada… O segredo é so sentar e estudar muito… So depende de nos mesmos e de mais ninguem!

    • Josnei Magalhães disse:31 jan 2013 às 10:11 am · Responder

      Tadeu sem Deus o que somos???, sei que enviei esta resposta tardia mais nunca desnecessária, portanto cuidado com sua pompa e orgulho, saiba que Deus é ciumento, cuidado com o que você se agarra.
      Se Ele também não quiser, como ficaria????

    • Daniele Neri disse:17 mar 2013 às 11:58 pm · Responder

      Pelo Amor de Deus Não fale besteiras, respeito sua opinião.Mas até para os incrédulos está provado cientificamente,que a fé condicionante para a alcançar até mesmo o que não depende só de nós, quem dirá o que depende !

  4. Renato Arruda Martins disse:7 mar 2011 às 12:43 am · Responder

    O depoimento da aprovada Dr.ª Dinah Fernandes é inspirador para aqueles que se enveredam pelos caminhos do concurso público.
    Em que pese o respeito que nós devemos a manifestação de pensamentos por parte dos participantes deste ilustre site, acho lamentável e quase à beira do desespero a declaração do colega Tadeu. Parece-me que a crença de que a mão de Deus e orações destinadas a ele nunca são demais para nos guiar rumo a aprovação num concurso público, evidentemente que conjugado com muito estudo: planejado e contínuo (foco no processo).
    Então, colega Tadeu, pode ter certeza, clame mais por Deus durante as suas orações, talvez é essa circunstância que está separando você da aprovação do concurso que você tanto almeja.

    Abraços!!

    • disse:20 jul 2012 às 9:14 pm · Responder

      Lindo seu comentário. Se me permite, faço minhas suas palavras.

  5. isael disse:7 mar 2011 às 3:12 pm · Responder

    tadeu eu discordo de vc,sem Deus nada podemos fazer.

  6. Suely disse:7 mar 2011 às 6:53 pm · Responder

    Sobre o comentário do Tadeu: Tem que estudar sim, mas ter fé em Deus e uma oração nos ajuda e MUITO, pois nos dá tranquilidade e forças para seguir na caminhada (estudos).

    • Rogerio Neiva disse:7 mar 2011 às 7:28 pm · Responder

      Caras amigas e caros amigos,
      O comentário objeto das ponderações apresentadas, não obstante revelar uma compreensão e opinião pessoais sobre o objeto abordado, talvez tenha tido o sentido de um alerta, de modo que os concurseiros não se deixem levar por posturas que, de forma radical e as vezes moralmente duvidosa, vendem a idéia da irrelevância do esforço pessoal, se comparado ao cultivo das crenças religiosas.
      E na verdade, todos sabemos que uma preocupação não excluiu a outra, tendo caráter complementar.
      De qualquer forma, o fundamental é que todos possam opinar, de maneira respeitosa, democrática e civilizada, inclusive para que assim, até mesmo de forma dialética, possamos avançar!

      • Ivaniz Galvao SP disse:8 mar 2011 às 8:02 pm · Responder

        Tudo na vida e feita de conquistas, seja de forma pessoal, familiar ou profissional. Temos que tracar um objetivo e seguir em frent(e com garra e determinacao). E claro que o poder da fe, acreditar no seu Deus todo poderoso, sem duvida e tudo de bom e os estudos tornam-se mais prazeiroso e menos ardo. Digo isso porque passei todo feriado estudando inclusive hoje, em nenhum momento me senti fracassada.

        Ame o seu Deus que ele nunca te abandonara!!!!!!!!!!!

  7. Tadeu disse:7 mar 2011 às 9:19 pm · Responder

    Concordo com as palavras do professor Rogerio, acho que fui mal interpretado, apenas tentei alertar que o unico meio de passar em concursos é sentando e estudando muito… O resto sao meios acessorios que vao de cada pessoa, como : frequentar academia, fazer yoga, resar, ir na igreja, descansar e ir ao cinema etc… Todos os meios acessorios servem para auxiliar os estudos, nenhum desses meios acessorios sozinhos nos levarao à aprovacao! Pois se voce resar e frequentar a igreja 10 horas por dia durante 5 anos e nao estudar , acho dificil passar em concurso ! Abraco a todos

  8. Clara Veiga disse:8 mar 2011 às 11:54 pm · Responder

    Concurseiros, muito me admira que pessoas que almejam ocupar cargos que nos exigem tanta tolerância com a diversidade e com o pluralismo (inclusive de crenças religiosas) se coloquem de uma forma tão radical ante a opinião de nosso colega Tadeu, que foi claramente muito mal interpretado em suas palavras, como sabiamente destacou o Prof. Rogério Neiva. Em momento algum o colega desrespeitou a crença de cada um de nós, mas tão-somente fez um alerta para que não nos deixemos levar unicamente pelos desígnios de nossa fé. Lamentável e desnecessária toda essa reação agressiva.

  9. Lucas Volkmer da Rosa disse:17 abr 2011 às 9:06 pm · Responder

    Olá;
    Estou na sexta fase do curso de Direito e, desde já, considero-me aspirante ao cargo de magistrado. Louvável a iniciativa do Prof. Rogério em nos brindar com este website, onde encontramos os mais diversos depoimentos daqueles que lograram êxito na magistratura, entre outros cargos. Parabéns!. Ler aqui é uma injeção de motivação.

  10. Cristina disse:12 jul 2011 às 2:12 pm · Responder

    Parabéns pela grande conquista!!! Suas palavras cairam como uma luva pelo que estou passando e sentindo agora. É isso ai confiança em Deus e estudar porque um dia a vitória chega.

    Obrigada pelas simples e belas palavras de incentivo e motivação.

    Att.,

    Cristina.

  11. Cristina Duarte disse:12 jul 2011 às 7:59 pm · Responder

    Adorei o depoimento! Palavras simples e sinceras de uma pessoa “normal”, assim como a gente. Também sou mãe e esposa e, ao final de um dia de trabalho, fico mega exausta, pois tenho de cuidar do meu marido e da minha filhinha, que só tem 2 anos de idade. Conto com a compreensão e o carinho deles.

  12. Ana Rocca disse:4 ago 2011 às 10:11 pm · Responder

    Boa noite!

    Estou aqui depois de um dia de trabalho, ou melhor, estudo… confesso que estou cansada depois de quase 8 horas de estudo.

    Fico desanimada às vezes pois estudar é algo que a gente não vê resultados com certa rapidez. É algo contínuo… que se agrega.

    Pois bem, estudo há 2 anos e meio nesse ritmo para o concurso da Magistratura do Trabalho. Comecei a colher os resultados ano passado, chegando à sentença do TRT 23.

    Muitas vezes preciso ler depoimentos para eu não desisti. E adorei os depoimentos deste site!

    Fé em Deus e força!

    Abs.

  13. Max de la rocha disse:29 set 2011 às 3:32 pm · Responder

    Acho lamentável colocar Deus nessa discussão.

  14. Max de la rocha disse:29 set 2011 às 3:37 pm · Responder

    Acho que cada se apega no que acredita…Se vc acredita em Maomé,acredita que rezando todo dia vai fazer passar em um concurso,vai lá..siga a sua fé.
    só acho que SEM ESTUDO não se chaga em lugar nenhum.Se esse Deus que todo mundo pede,fizer uma pessoa ser aprovada em um concurso,ele estará sendo muito desonesto.Como a bíblia diz,”faça por onde que te ajudarei..” logo,a pessoa tem que fazer a sua parte.E também,na minha humilde opinião,DEUS SÒ FAZ POR NÒS O IMPOSSÌVEL,passar em um concurso?DEus tem demandads maiores pra cuidar do que ajudar alguém passar em um concurso público.Quando a pessoa tiver um câncer incurrável que nem toda fortuna do mundo puder salvá-la..ai..quem sabe?Mas concurso público,ser aprovado está ao alcance de qualquer um.É só estudar.
    E também essa história de que sem Deus ,ninguém faz nada,é ridículo..O cara que odeia Deus,ou é ateu,consegue ser médico,Juiz,promotor,ele consegue o que quiser.Na vida,tudo é esforço,estudo..ou sorte..mas..infelizmente,as pessoas ignorantes preferem jogar tudo nas costas de Deus..mas enfim..cada um com seu cada um.

    • Felipe disse:4 out 2011 às 9:18 pm · Responder

      Max de La Rocha, quando passares também vai sentir vontade de agradecer à Deus!

  15. Felipe disse:29 dez 2011 às 7:21 pm · Responder

    Leio site todos os dias mas somente hoje me deparei com as discussoes a respeito de crenças etc… Excelente o comentario do prof. Rogerio Neiva, sou seu fã ! Eu tambem acho valida qualquer tipo de fé, seja em deus, em buda, no santo Daime, em maome, em henry cristo etc… Cada um segue o que lhe for mais conveniente, mas nao se enganem pois eles nao estudarao por voce e nem darao preferencia à voce se concorrer com um ateu por exemplo em eventual fase oral, vai passar o que tiver ESTUDADO mais e nao o que tiver mais fe! Ah e muito cuidado com as bancas de concurso, ninguem conhece a cabeca do examinador, tem muitos que sao ateus etc, se chegar no oral e falar qualquer bobeira igual aos comentarios acima , vai ser reprovado! E apos a reprovacao nao queiram culpar deus ou achar que ele escolheu outro caminho para voce etc.. isso é conversa de fracassado! Se nao passou é porque precisa estudar mais apenas isso!

  16. anonimo disse:2 mai 2012 às 9:59 am · Responder

    MESMO PORQUE SE DEUS É POR NÓS QUEM SERÁ CONTRA NÓS, SE ELE SABE QUE NECESSITAMOS DE UMA AJUDA PORQUE FICARIA DE BRAÇOS CRUZADO ASSISTINDO NOSSO FRACASSO.

  17. Silvana disse:16 out 2012 às 4:37 pm · Responder

    Qualquer objetivo na vida por mais simples que seja, não iremos conseguir sem Deus, é Ele quem coloca ao nosso coração a vontade de conseguir vencer, vem de Deus a vontade de vencer. Quando o objetivo é para concurso público é onde Deus mais trabalha em nós, pois, estudar muito e não conseguir passar e ter a persistência de continuar na mesma luta ardua é o resultado misericordioso do nosso Divino Pai Eterno trabalhando dentro de nós rumo a vitória.

  18. joice adriana disse:20 fev 2013 às 7:31 pm · Responder

    muito boa suas palavras, to formando o terceiro ano e estou tentando fazer uma faculdade de direito.. meu sonho e ser juiz parabens pela sua vitoria..

  19. Fernando Ramos disse:19 jul 2013 às 5:36 pm · Responder

    Infelizmente há o proselitismo religioso em todo lugar. Não seria diferente ver aqui pessoas atribuindo seu sucesso a entidades religiosas e quase “discutindo” por isso.

    Parabéns à juíza!

  20. Marta Pereira disse:27 ago 2013 às 12:10 pm · Responder

    Referente a resposta da pessoa do Senhor Tadeu.Meu querido quem é nós sem Deus,respeito as suas duas opiniões que me deparei.Você acha que a Dr Dinah iria passar sem estudar (nunca). Deus ele é magnifico ele ajuda quem se esforça.
    Entrega o teu caminho ao senhor e confia nele que o mais ele fará, foi isso que a Dr Dinah fez,entregou o seu caminho e esperou com paciência,fazendo o que lhe cabe que é estudar.Deus é fiel para com aqueles que tem fé
    Deixo uma pequena mensagem para você….Sem fé é impossivel agradar a Deus.
    Deus te abençõe

Menções deste artigo em outros sites:

  1. Depoimento do Aprovado: Juíza Dinah Fernandes « GEN Jurídico
  2. Relatos de aprovados em concursos públicos pulicados em 2011

Deixe um Cometário