Depoimento do Aprovado no Concurso de Defensor Público: Marcelo Piton

Por  •  26 jan 2012  •  Relato do Aprovado  •  104 Comentários
concursos públicos depoimento aprovado como passar como se preparar defensor público quem passou marcelo piton.jpg

Nome: Marcelo Martins Piton.

Cargo no qual foi aprovado: Defensor Público do Rio Grande do Sul.

Idade: 24 anos.

Situação familiar: solteiro e durante a preparação morava sozinho.

Cidade de origem: Palmitinho – Rio Grande do Sul

Cargos ocupados anteriormente: Assessor de Juiz.

Formação: Bacharel em Direito.

Data da conclusão da graduação: 05.01.2010.

Data de aprovação no cargo de Defensor Público: 21.12.2011.

Concursos aprovados anteriormente: Assessor do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul (5º lugar), Procurador da CEEE (2º Lugar) e Procurador do Município de Frederico Westphalen/RS (1º Lugar).

Quando começou a se preparar para o concurso atual: desde o início do período de preparação, sempre optei pelos concursos estaduais, mas não foquei em um concurso específico. Comecei a estudar no mês de janeiro de 2010 e o concurso da Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul começou no mês de janeiro de 2011, tendo terminado no mês de dezembro de 2011.

Como estudou:
- montou planejamento? Montei. Elaborei uma grade de horário e alocava as matérias nele. Também utilizei o Sistema TUCTOR.
Sempre gostei de estudar por doutrina, utilizava os cadernos apenas para a revisão. Na fase final do concurso, consegui ler até 2.000 páginas de livros na semana. Como tinha uma meta mensal, isso facilitava o estudo.
Além disso, após a prova objetiva, passei a elaborar, também, resumos, para facilitar a revisão para as provas dissertativa e oral.
- fez cursinho? No primeiro ano de estudo, fiz o curso anual da LFG. Durante a realização do concurso, realizei cursos preparatórios para as provas Orais e de Tribuna, além de aulas de oratória.
- estudou em grupo? Não, nunca.
- estudava em biblioteca? Também não. Gostava de estudar em casa.
- estudava quantas horas por semana? De 7 a 10 horas diárias, incluído o período do curso preparatório, que era de 03 horas. No primeiro ano, estudava até sábado de manhã. Já durante a realização do concurso público da Defensoria Pública, estudava todos em dias, sem intervalo.

O que faria diferente: acredito que tenha feito tudo que estava a minha disposição. Manteria o mesmo método de estudo.

Houve momentos de desânimo? Pouquíssimos, sempre acreditei que, com estudo e foco, iria ingressar em uma boa Instituição.

Chegou a pensar que não passaria? Não. Tinha a convicção de que com organização e qualidade de estudo iria alcançar o meu objetivo.

Principais dificuldades. Quais foram? Quando me formei, imaginava que iria demorar de 3 a 5 anos para ingressar em uma das carreiras que eu almejava – Defensoria Pública, Ministério Público ou Magistratura.

Daí por que o fato de a aprovação ser algo “a longo prazo” dificultou um pouco, pois é mais difícil manter o foco nessas circunstâncias.

O que fez para superar as dificuldades? Como durante a preparação para essas carreiras fui passando em outros concursos, isso me dava tranquilidade e motivação, pois era um sinal de que eu estava no caminho certo.

Além disso, com a fixação de metas semanais, houve uma redução dessa circunstância, pois a cada semana sentia a sensação de “dever cumprido”.

Contexto de aprovação:
- como soube da notícia? Acessei o nosso grupo de estudo pelo celular e um colega que tinha acesso ao DOE havia anexado o edital.
- onde estava? Dentro do carro, em uma viagem.
- o que sentiu no momento em que recebeu a notícia? A emoção é inexplicável e, efetivamente, fez tudo valer a pena.
- O que fez em seguida? Liguei para familiares e amigos.
- como foi a comemoração? Fiz um almoço que se transformou em janta e terminou perto das 02 da manhã, foi uma recompensa merecida.
- outros detalhes que queira mencionar sobre o contexto da aprovação: a aprovação é algo que faz todo o estudo e sacrifícios valerem a pena, tenham certeza disso!

Conselho aos candidatos:

O que diria para alguém que estivesse começando a estudar para concursos e lhe pedisse um conselho? Faça um curso preparatório, mas o estudo em casa/biblioteca é essencial para a aprovação.

Além disso, acredito que a organização é, também, essencial para a aprovação. Aqui posso mencionar a utilização do Sistema Tuctor. Comecei a utilizar ele 05 meses antes do concurso da Defensoria Pública e parei de utilizá-lo somente ao final.
O sistema de metas (páginas e horas) a serem cumpridas semanalmente me ajudou bastante, pois toda semana tinha um objetivo novo e isso me motivava para realizá-lo, o que amenizava o fato de a aprovação ser algo longo e abstrato.

O que diria para alguém que estivesse já estivesse estudando há algum tempo e lhe pedisse um conselho?
1) Jamais desista! Eu tenho certeza de que somente quem desiste não passa em concurso público.
2) Faça, também, um plano de estudo organizado. Quando você concluir o plano semanal, você sentirá uma grande redução da ansiedade e da preocupação de não ter estudado o suficiente, sendo que isso faz uma grande diferença.
3) Encontre o SEU método de estudo, não adote o de outra pessoa, pois provavelmente não irá dar certo.

104 comentários até agora. Deixe o seu.

  1. Antonio Carlos disse:26 jan 2012 às 9:39 am · Responder

    Este cara é fera mesmo…
    Obrigado pelas dicas!

    • Maria disse:28 jul 2014 às 5:46 pm · Responder

      Olá Defensor , primeiro obrigada por compartilhar a sua história de sucesso. Gostaria imensamente que me ajudassem a refletir sobre uma decisão. Sou servidora do Ministério da Educação- MEC e Secretaria de Educação. No MEC 40h e na SEDF 20h. Sou readaptado nos dois. Gostaria de voltar a estudar para concurso. Pensei em pedir exoneração para estudar, mas fui informada que perderia muitos benefícios em relação à aposentadoria. Sou formada em Direito e aprovada no Exame da OAB. Tentei licença não remunerada, mas não consegui. Gostaria muito de sair da área de Educação.
      Resumo:
      1- Tenho OAB.
      2- Sou servidora Distrital e Federal na área de Educação.
      3- Qual seria o concurso mais fácil, Auditor Fiscal do Trabalho- AFT- previsão de 800 vagas,
      4-Defensoria Públicas uma vez que eu concorreria só com quem tem OAB, apesar de ser um concurso muito TOP e com nível bastante alto é menos concorrido do que auditor que é para qualquer área.
      4- Ou mirar em Delegado, vai ter DF e Federal em breve, mas quem não tem OAB pode concorrer.
      Sei que sem foco, será muito mais difícil.
      Ficarei imensamente feliz se puderem refletir comigo ou indicarem um coach de confiança para me ajudar.

  2. Getúlio disse:26 jan 2012 às 9:42 am · Responder

    Espero em breve estar dando o mesmo depoimento.
    Da mesma forma que o Marcelo, uso o Tuctor e vivo em função das metas de unidades de estudos. O que mais me motiva é ver o extrato da conta de estudo e principalmente o extrato analítico.
    As vezes ele é cruel, mas quando isto acontece é porque é real e eu fui indisciplinado.
    O depoimento do Marcelo é uma indicação a mais de que aqueles que seguem esta filosofia, sem se enganar e se emplolgar com bobagens de motivação besta, estão no caminho certo.
    Parabéns Marcelo! Um dia espero estar nesse time de aprovados!

  3. Priscila Castro disse:26 jan 2012 às 9:48 am · Responder

    Olá Prof Neiva!!!
    Realmente este é mais um depoimento que mostra que nós, usuários e seguidores do método Tuctor, estamos no caminho correto.
    Como o Sr. diz, só faltou o Marcelo falar no “FOCO NO PROCESSO”, mas foi exatamente o que ele seguiu!
    Que o Marcelo seja um grande Defensor Público!!!!!

  4. marcos alberto disse:26 jan 2012 às 9:58 am · Responder

    Parabéns Marcelo!
    Tenha sucesso na sua carreira, em defesa daqueles necessitados que precisam da Justiça!

  5. Gustavo Oliveira disse:26 jan 2012 às 10:10 am · Responder

    Incrível como um estudo “pensado” pode fazer a diferença. Um aprovado que além de utilizar a inteligência para estudar, utilizou ao decidir a MANEIRA (Forma) de estudar. E como resultado, uma aprovação num curto período de tempo.
    Realmente Impressionado com tal resultado.

    Boa sorte Marcelo, nunca vi um depoimento tão simples, resumido e altamente motivante. Isso mostra o como é importante ter foco e acreditar em si mesmo. Parabéns.

  6. Anna disse:26 jan 2012 às 11:02 am · Responder

    Parabéns Marcelo! Esta carreira é linda! Muito sucesso pra você!

  7. Marcelo M. Piton disse:26 jan 2012 às 12:17 pm · Responder

    Obrigado a todos pelas felicitações!
    Espero que, logo, também esteja aqui lendo o depoimento de vocês!
    Abraços!!!!

  8. Flavinho disse:26 jan 2012 às 12:58 pm · Responder

    Parabens pelo depoimento! Atraves desse espaco o blog do prof rogerio da muito animo e incentivo para a galera! Excelente depoimento, com ele vemos que nao é impossivel a aprovacao, basta estudar muito como voce fez , vitoria merecida ! Abraco

  9. Rafael disse:26 jan 2012 às 3:06 pm · Responder

    Marcelo, para concurso de defensor público não há necessidade da prática de 3 anos?

    Como você estudava na faculdade?

    Valeu.

    • Marcelo M. Piton disse:26 jan 2012 às 3:39 pm · Responder

      Eaí Rafa!
      Aqui eles exigiram 02 anos de prática jurídica, mas o edital aceitava estágio forense. No próximo, em razão da equiparação do subsídio com o da Magistratura, provavelmente vão exigir os 03 anos, sendo que, inclusive, cogita-se de um novo concurso em 2013 já.
      Eu comecei a estudar forte mesmo depois de formado, durante a faculdade não tinha uma rotina fixa de estudos, até por que do 3º ao 10º semestre eu fiz estágio de 8 e 6 horas em órgãos públicos.
      Abs!!!

      • Rafael disse:26 jan 2012 às 4:49 pm · Responder

        Valeu, estou fazendo estágio também, no forúm… Mas sinto que fico sem tempo para estudar, isto está me deixando angustiado. Valeu a pena trabalhar para você? Faço faculdade de manhã e tenho que me sacrificar para estudar a partir das 20:00 até 12:00, estou sentindo isto pesar…

        • Marcelo M. Piton disse:26 jan 2012 às 8:21 pm · Responder

          Eu fiz 3 anos de estágio no Ministério Público, só na parte criminal. A peça processual da 1ª prova dissertativa foi uma apelação e a tese era da atipicidade da conduta. Por coincidência, eu já tinha feito várias minutas idênticas.
          O Promotor que eu trabalhava era um cara muito bom e eu aprendi muito com ele, inclusive a redigir peças processuais, e isso foi muito importante na prova dissertativa. Depois trabalhei no Gabinete de um Juiz, sendo que também aprendi bastante coisa.
          Então, para mim valeu a pena.
          Agora tu tens de ver como é o teu estágio, alguns valem a pena, outros não.
          Se tu faz trabalho burocrático, seria a hora de repensar.
          Talvez seja uma boa estagiar até o 9 semestre e depois começar a estudar de uma forma mais forte. Eu não fiz isso, mas hoje faria.
          Abs!

  10. Natália Fernanda de Oliveira disse:26 jan 2012 às 7:48 pm · Responder

    Parabéns primeiramente por sua aprovação! Reconheci a frase do William Douglas ” Só não passa quem desiste”, concordo plenamente, agora queria aproveitar esse momento para tirar algumas sugestões e dúvidas pessoais. Tenho 19 anos, vou para o 7° período de Direito, não faço estágio, almejo concurso para O Ministério Público e me questiono: Seria já o momento de começar a me preparar ou só com o término da graduação? Agradeço a possível resposta. Abraços.

    • Marcelo M. Piton disse:26 jan 2012 às 8:26 pm · Responder

      O quanto antes começar, melhor. Acho que até o 6,7, semestre é um pouco mais difícil, pois a gente ainda não tem noção de algumas coisas e até mesmo a leitura de doutrina pode acabar ficando pesada.
      Mas acho que o Rogério poderia te responder melhor, até mesmo pela experiência dele e pelo contato com diversos candidatos..
      Abs!!

  11. Ronaldo disse:26 jan 2012 às 8:08 pm · Responder

    Se é a hora de começar a estudar não sei, mas quando começar a estudar sério é bom abandonar este autores de auto ajuda que falam ou coisas obviamente óbvias, transmitidas por frases de efeito, ou falam asneiras que não nos levam a lugar nenhum.
    Não conheço ninguém igual ao Prof Neiva, que trabalha com seriedade e racionalidade, sem jogadas pirotécnicas.
    Aliás, não sei porque um autor de auto ajuda está sendo cita aqui no Blog do Neiva.
    A única jusitificativa é ser ele uma pessoa com espírito democrático.
    Mas, Prof Neiva, fique sabendo que se venho aqui é porque corro dos auto ajuda barata!
    Portanto, não gostaria de ver coisa de auto ajuda no seu blog!
    É como penso.

  12. Júnia disse:26 jan 2012 às 8:10 pm · Responder

    Poxa, este Marcelo é humilde e gente boa mesmo!
    Nunca tinha visto aqui neste blog um candidato de êxito responder os comentários. E sempre leio todos.
    Sou fã do Marcelo!
    Me deixou ainda mais empolgada, p/ passar continuar sendo humilde!

  13. Joana disse:26 jan 2012 às 8:12 pm · Responder

    Eu concordo com o Ronaldo quando ele diz que quem quer auto ajuda é melhor nem perder tempo aqui no blog do Prof Neiva.
    Os seguidores do Prof Neiva e usuários do Tuctor são do time do estudo racional, sem conversinha de frase de efeito!!!

  14. Natália Fernanda de Oliveira disse:26 jan 2012 às 9:12 pm · Responder

    Me desculpem pela citação que fiz, apenas comentei em face da semelhança. Bem, Marcelo agradeço por responder e parabenizo mais uma vez. Pode deixar que pedirei sim conselhos do Professor Rogério Neiva que sem dúvidas, é um homem muito sábio. Abraço

  15. Diogo Miranda disse:26 jan 2012 às 11:24 pm · Responder

    Parabéns Marcelo, sua determinação foi incrível. Pretendo fazer concursos pra defensor público pois acredito que essa carreira é gratificante. Diariamente podemos ver nos Fóruns e promotorias, pessoas pobres e sem informação, buscando alguma ajuda, qualquer que seja, para tentarem solucinar algum problema que tem em casa ou com uma pessoa da família.

    A Defensoria Pública “ameniza” o sofrimento dessas pessoas!

    Parabéns!

  16. Gustavo M disse:26 jan 2012 às 11:33 pm · Responder

    Cara, como foi tua preparação para a segunda fase? Assim como tu, só fiz estágio na área criminal, então numa eventual segunda fase, não vou saber fazer as peças de direito processual civil. Como foi pra ti?

    • Marcelo M. Piton disse:27 jan 2012 às 12:57 pm · Responder

      No fórum, eu fiz estágio na área cível. Mas quanto a peça é tranquilo, tu pega o esqueleto e deu. Eu comprei alguns livros de prática jurídica quando fui fazer a prova dissertativa para dar uma olhada nas peças. Acho que com isso tu consegue, no livro tem muitas peças. Na minha prova caiu uma inicial.
      Abs!

  17. Mara Pessoa disse:27 jan 2012 às 2:31 pm · Responder

    Marcelo, a minha preparação está sendo bem similar à sua. Terminei a faculdade no meio do ano passado, e, logo em seguida, já estava estudando para o exame de ordem. Passei de 1ª e agora continuo estudando com afinco para a prova de AGU e procuradorias. Estudo de domingo à domingo. Lógico que paro um pouco para repousar. Como trabalho todos os dias, assim que chego em casa, à noite, inicio meus estudos. Sinto que, diante do ritmo que estou levando e com a força de Deus, em breve chegarei lá. Estudo doutrina, mas também muita lei, súmulas e exercício de questões. Faço um curso on-line que julgo de excelente qualidade. Seu depoimento, bem como o de outros aprovados, me inspiram a prosseguir. Abs!

    • Anna disse:29 jan 2012 às 12:43 am · Responder

      Oi Mara vc pode me informar qual o curso preparatório online que vc esta fazendo? Bjs, bons estudos

    • Ramon disse:29 jan 2012 às 1:02 pm · Responder

      Vai chegar Mara. Se Deus permitir! Vamos!

  18. Ramon disse:29 jan 2012 às 1:00 pm · Responder

    Gostei muito da parte do desanimo. É normal ter desanimo, mas ele falou uma coisa certe, que eu tenho como filosofia profissional.
    Se a gente trabalhar com honestidade e estudar com afinco, é praticamente impossível não conseguir nada na vida.
    Então, é só ter paciencia. Não é que a aprovação esteja demorando. Ela esta leevando o tempo dela. O que acontece é que o tempo que você achou em que ela chegaria não é o tempo real.

    Parabéns Dr. Marcelo. A profissão de Defensor Público é uma das mais belas do Direito. E você tem sorte de ter sido aprovado em um estado onde há um minimo de respeito a essa categoria!

  19. Mara Pessoa disse:30 jan 2012 às 10:14 am · Responder

    Anna, o curso que faço é o do Renato Saraiva. Estou gostando, os professores são de alto gabarito. Sem falar que este curso oferta ao aluno muitas aulas! Uma amiga minha está fazendo LFG e disse que é muito bom também (mas acho que esse curso é presencial, né?). Sinto que vale muito a pena estudar, ao longo do tempo torna-se uma atividade prazerosa e estimulante, em razão, também, da esperança de realizar um sonho profissional e pessoal. Anna, você irá se preparar para AGU? De qualquer forma, estou à disposição. Vamos vencer! Abs.

    • Anna disse:1 fev 2012 às 1:22 pm · Responder

      Oi Mara!! obrigada por me responder.
      Sobre o curso Renato Saraiva é muito bom mesmo. Fiz para o Exame da Ordem.
      Me formei em 2011.1 e me preparo para MP e DP Estadual. Sou apaixonada pela Defensoria Pública, realizei meu estágio por dois ano nesta instituição.
      Vou deixar meu e-mail para se caso desejar perguntar ou compartilhar algo, estou a disposição: appelizer@hotmail.com
      Um forte abraço, Deus te abençoe!

      • Mara Pessoa disse:3 fev 2012 às 3:22 pm · Responder

        Disponha, Anna. Desejo-lhe muito sucesso também. Além de AGU, quero fazer Defensoria, mas tenho que adquirir a prática delimitada. Qualquer coisa, meu e-mail é: maratcm@gmail.com. Fé que a gente chega lá! Abs.

    • Daiana Lima disse:21 jan 2014 às 2:07 pm · Responder

      Mara,
      estava procurando referências acerca dos cursos do Renato Saraiva e achei esse seu comentário.
      Pode me dizer se concluiu o curso? Se ainda indica fazê-lo? Estou querendo fazer o de Carreiras Jurídicas.
      Marcelo,
      parabéns por suas conquistas. Espero um dia também poder comemorar como você.

  20. Mara Pessoa disse:30 jan 2012 às 10:16 am · Responder

    Ramon, grata pelas palavras de incentivo. Em breve chegaremos lá! Força, coragem e fé! Que Deus o abençoe.

  21. Helom NUnes disse:31 jan 2012 às 2:56 am · Responder

    Que história sensacional. Parabéns.

    Só percebi uma contradição. Se puder, esclareça: Você disse que nunca estudou em grupo, mas teve conhecimento da aprovação através de informação do grupo de estudo???? não entendi.

    • Rogerio Neiva disse:31 jan 2012 às 9:57 am · Responder

      Helom, se não estou enganado, o grupo que ele se referiu era para troca de material e acompanhamento do concurso. Mas, pelo que sei e do que pude perceber, efetivamente, o Marcelo sempre estudava de forma solitária.

      • Marcelo M. Piton disse:31 jan 2012 às 12:07 pm · Responder

        Isso mesmo!
        A gente tinha um grupo no yahoo em que a gente trocava material e informações do concurso…
        Abraço!!

        • Helom NUnes disse:1 fev 2012 às 9:54 pm · Responder

          Muito obrigado pelo esclarecimento. Reitero: Marcelo, sua história é sensacional. Deus te abençoe muito.

          procuro vários grupos, até hoje náo encontrei um grupo legal. Entrei em 2, mas sinceramente, os caras só faziam rateio e pedido de material. Eu queria um para discutir questões e resumos. Isso vale a pena??? Me indicaria algum.

          • Marcelo M. PIton disse:17 fev 2012 às 4:47 pm ·

            O grupo que eu participava acabou se formando durante a realização do concurso, pelos candidatos, era bem específico…
            Já de um grupo “permanente” eu não tenho notícias…
            Abs!

  22. Janaine Moraes disse:31 jan 2012 às 4:20 pm · Responder

    Oie dr. Marcelo Piton. Parabéns para aprovação e sucesso na carreira! Como foi a sua preparação para a prova oral? você disse que realizou cursos preparatórios para as provas Orais e de Tribuna, além de aulas de oratória… pode indicar os cursos que realizou? Obrigada.

    • Marcelo M. Piton disse:31 jan 2012 às 6:01 pm · Responder

      Para a prova oral eu fiz um curso do Verbo Jurídico, todo o sábado, durante 2 meses. Foi bom pois teve várias simulações. Mas o meu estudo, em casa, foi com base em doutrinas. Li muita coisa.
      Já para a Tribuna, eu fiz um curso mensal da FESDEP, que é a escola da defensoria, que foi muito bom. Em casa, eu ia simulando os pontos que poderiam ser sorteados no dia, que ao total eram 36…
      Abs!

  23. Mara Pessoa disse:31 jan 2012 às 5:28 pm · Responder

    Dr. Marcelo, com apenas um ano de formado, como ficou a questão da avaliação de títulos? Essa é a minha dificuldade ainda, pois não tenho pós-graduação, sou recém formada (me formei em 2011.1) e fiz o exame de ordem 2011.2, sendo o meu 1º, tendo logrado êxito. Os concursos que estão saindo, em sua grande parte, exigem títulos. Como fica se o candidato não tem ainda nenhum título, mas saiu aprovado em todas as fases do concurso? Desculpe a ignorância, mas é que estou com tanta sede de concursos e essa questão está me deixando aflita, visto que possuo apenas cargo comissionado, sem nenhuma segurança, além das responsabilidades financeiras, não tenho ajuda de ninguém e estou focando em concursos para conseguir a tão sonhada estabilidade e, assim, realizar pós graduação e mestrado. Grata, desde já, pela atenção. Abs!

    • Marcelo M. Piton disse:31 jan 2012 às 6:10 pm · Responder

      Quando se chega na fase de títulos, todos os candidatos saem da nota 6. Conforme tu tenha títulos, tu vai subindo.
      Se tu não tiver títulos, não tem problema algum, tu apenas vai perder algumas posições, mas ser eliminada do concurso jamais. Tua nota, na fase de títulos, será 6,0.
      E, além disso, geralmente a prova de títulos tem um peso baixo.
      No meu concurso, a prova objetiva valia 2, a subjetiva 3,5, a oral 1,5, a de tribuna 2 e a prova de títulos 1.
      Eu não tinha pós-gradução, tinha apenas 1 ano de advocacia e uma aprovação em um concurso de procuradoria. Minha nota foi 6,70 e não perdi nenhuma posição.
      E outra coisa, eu acho que tu está certa em não fazer pós-graduação ou mestrado enquanto estuda para concurso, eu também penso assim…
      Abs!

  24. Mara Pessoa disse:1 fev 2012 às 10:04 am · Responder

    Dr. Marcelo, grata pela atenção dispensada aos leitores do blog. Grata, ainda, por me dar uma “luz” na minha aflição. Desculpe-me também pelas digressões e desabafos em meu comentário anterior, mas, na qualidade de concurseiro que foi, penso que você pode entender as angústias e a ansiedade daquele que está buscando, com afinco, um lugar no serviço público e, precipuamente, na advocacia pública. Desejo-lhe muita saúde, paz e prosperidade. Sua trajetória está servindo de grande exemplo e incentivo para mim, recém-formada e concurseira.

    Sou grata também ao Dr. Rogério Neiva pelo conteúdo do blog que, diga-se de passagem, é de utilidade pública! :) Sou frequentadora diária deste blog. Parabéns, Dr., pelo excelente trabalho realizado! Que Deus o ilumine! Abs.

  25. Lorena de Lima disse:1 fev 2012 às 4:32 pm · Responder

    A única objeção à este post é que ele deveria se chamar: “Injeção de ânimo do Aprovado no Concurso de Defensor Público: Marcelo Piton” :)

    É gente, eu acho que deu pra entender que o negócio é abdicar agora, pra receber os frutos lá na frente.

    MilVezes parabéns pro Marcelo e vamos lá! :)

  26. Marcelo Carvalho disse:1 fev 2012 às 9:19 pm · Responder

    Primeiramente parabéns ao meu xará Marcelo.

    Mas lendo este post, não sei se sento e choro ou se sigo em frente, pq esse é o cargo que quero pra mim, só que já tenho 38 anos e ainda vou começar a faculdade de Direito essa semana.

    Correndo atrás do tempo perdido. Ah se eu pudesse voltar atrás….

    • Anna disse:2 fev 2012 às 11:10 am · Responder

      Oi Marcelo Carvalho! Li seu comentário e não pude sair desta página sem antes te deixar um recado…
      Primeiramente, quero te parabenizar pela decisão pela escolha da Defensoria Pública. Para mim, é a classe jurídica mais linda que existe. Tenho certeza de que você irá conseguir alcançar este sonho. É o meu tbm.
      No entanto, quero aproveitar para aconselhá-lo, já que esta iniciando na graduação agora, a fazer sua faculdade bem feita. Digo isto, porque, se fazê-la bem não restará muito que estudar depois. Conheço pessoas que se dedicaram tão bem na graduação que saíram dela direto para o concurso público. Ainda mais o da DP que não exige a atividade jurídica de 3 anos, como é o Ministério Publ e a Magistratura.
      Por isto, me caro aproveite cada aula da sua graduação.
      Quanto a sua idade, você ainda é muito jovem! Nunca é tarde para se viver um sonho! E se vc tiver filhos, esta é uma lição maravilhosa que vc esta passando a eles se todos o que te cercam.
      Na minha graduação tive dois amigos, um de 53 e outro de 48 anos, que mesmo que, aparentemente “tarde” aos olhos dos outros, seguiram e realizam seus sonhos! Tenho certeza que a formatura para eles tiveram um gosto mais especial se comparado a minha (tenho 26 anos).
      De mais a mais, deixo aqui meus votos de muito sucesso nesta nova fase da sua vida que se inicia. Seja bem vindo!
      Um abraço forte e que Deus nos abençoe!

      • Marcelo Carvalho disse:3 fev 2012 às 4:23 pm · Responder

        Oi Anna, (aliás, é o nome da minha filha tb) obrigado pelas doces palavras. Realmente é um gás a mais pra eu seguir em frente e chegar no lugar onde já deveria estar. Perdi muito tempo apostando em um sonho que infelizmente não se tornou realidade e quando olhei pra trás, vi que o tempo realmente não pára e é implacável com quem o desperdiça.

        Mas, estou disposto a recuperá-lo, e tenho certeza também que logo mais, irei me orgulhar de ter tomado essa decisão. Procurei conhecer melhor o cargo de Defensor Público e foi amor a primeira vista. Eu simplesmente nasci pra fazer isso.. rsrs

        Não vejo a hora de começar as aulas, e quanto a dedicação, isso eu tenho de sobra, só que a apliquei em local errado. Hora de mudar !!!

        Em breve, seremos colegas de profissão, pode ter certeza.

        Abração pra vc.

        • Anna disse:3 fev 2012 às 11:01 pm · Responder

          Oiii Marcelo! Amém!
          Quero compartilhar um música muito bacana. Gosto sempre de ouvi-la. Vou colar ela aqui em baixo.
          Erga esta cabeça, mete o pé e vai na fé! Sua hora vai chegar!
          Um super abraço!

          Tá Escrito – Grupo Revelação

          Quem cultiva a semente do Amor
          segue em frente não se apavora
          Se na vida encontrar dissabor
          vai saber esperar sua Hora (2x)

          às vezes a felicidade demora a chegar
          aí é que a gente não pode deixar de sonhar
          guerreiro não foge da luta e não pode correr
          ninguém vai poder atrasar quem nasceu pra vencer

          é dia de sol mas o tempo pode fechar
          A chuva só vem quando tem que molhar
          Na vida é preciso aprender se colhe o bem que plantar
          é Deus quem aponta a estrela que tem que Brilhar

          Ergue essa cabeça mete o Pé e vai na fé
          Manda essa tristeza embora
          Basta acreditar que um Novo dia vai raiar
          Sua hora vai chegar

    • Marcelo Martins Piton disse:17 fev 2012 às 10:32 am · Responder

      Força Marcelo!
      Com toda essa vontade, tenho certeza que logo você irá ingressar na Instituição!
      Abraço!

    • José Carlos disse:14 abr 2012 às 4:22 pm · Responder

      Caro Marcelo Carvalho,
      Parabenizo-o! É preciso ter CORAGEM, pra tomar essa decisão! Quero compartilhar minha história com você. De Cadete da PM-GO (esse, abandonei!), Vendedor Externo, Técnico de Informática, Geólogo (por pouco tempo), a Professor de Informática, fui de tudo um pouco! Na “bagagem”, dois casamentos, um divórcio e 5 filhos. Então, aos 43 anos, e residindo em Macapá, no Amapá, um sonho veio à tona: cursar Direito! Sem grana disponível para pagar uma instituição privada, decidi encarar um cursinho pré-vestibular no final do ano de 2006, tendo como meta, ingressar na Universidade Federal em 2008. Todavia, devido a realização de uma greve, a 1ª fase do vestibular de 2007 sofreu um atraso. Resolvi fazer dele um simulado para treinar, sabendo que as chances eram remotas diante de uma concorrência de 25 canditados/vaga. Além do mais, alguns concorrentes, 25 anos mais jovens, tinham sido meus alunos. O risco valeu a pena, pois fui aprovado para a 2ª fase (5 candidatos/vaga). Entretanto, minha calvície aumentou, pois agora tinha 30 dias para estudar para 5 provas dissertativas (história, geografia, português, literatura e redação), cujo conteúdo foi ministrado nos três anos de Ensino Médio da gurizada! Um professor de história do cursinho disse: “Fera, pega o edital e come nesses 30 dias!”. Foi o que fiz. Consegui dois bons livros de histporia e geografia, treinei redação, estudei o que foi possível! O resultado foi um dos mais surpreendentes de minha vida! Em fevereiro de 2007, eu, que havia planejado minha aprovação só para 2008, estava ali, junto com a gurizada e ex-alunos. Agora, acadêmico de direito! Foram 5 anos de muito esforço, dividindo 9h de trabalho/dia com os estudos. Graças a Deus, não tivemos greve! Com o objetivo de deixar o último ano para me preparar para o Exame de Ordem, planejei a elaboração do TCC para o 4º ano, ainda que não pudesse defendê-lo! Assim foi feito. Quando estava no 7º semestre, houve uma mudança de caráter experimental no Colegiado. A Coordenação verificou a possibilidade do aluno de 4º ano desenvolver e defender o TCC! Lá estava eu, com o meu pronto e acabado! Aproveitei a chance! Isso foi uma janela do Céu para mim, pois como alguns acadêmicos desistiram, o Regulamento voltou ao estado anterior! Como eu já estava livre, pois logrei êxito com nota máxima, pude enfim, me dedicar no último ano, em 2011, para o EOAB. No caminho da preparação, um problema grave de saúde interrompeu meus estudos para o exame. Foi desesperador, mas tive que recomeçar após a internação! Decidi fazer o Curso do Renato Saraiva, 1ª e 2ª fase, por causa da flexibilidade e a excelência dos professores. Fui aprovado no 2011.2, junto com o final da graduação, deixando para trás o famigerado Exame. Cá estou agora como a turma daqui do Blog do Prfº Rogério Neiva: estudando, começando tudo de novo! Contei isso pra você como o objetivo de encorajá-lo e dizer-lhe: navegar é preciso! DEUS é sobre todos nós. A Ele tributo toda a honra e toda a glória, pois é ELE, que, conforme a Sua Palavra, faz o impossível acontecer! Saudações fraternas!

  27. Suellen Rodrigues disse:2 fev 2012 às 9:01 pm · Responder

    Olá, Marcelo. Primeiramente, queria dar os parabens pela sua aprovação! É muito estimulante ver pessoas como você, que mostram que o sucesso é possível, sim, caso haja foco e disciplina. Estou em um momento de reflexão, pois concluí a universidade há seis meses, e comecei a estudar para TRTs, mas ante uma ingenuidade sem tamanho, comecei meu planejamento sem observar quais seriam as provas mais próximas, nem qual seria o futuro dentro de um concurso desses. Como resultado, mesmo tendo lido o edital, e estando segura do assunto, até agora só fiz uma prova (só saiu SE até agora), e a próxima vai demorar uns seis meses. Porém, agora me pergunto: será que vale mesmo a pena o estudo para tribunais? Digo isso porque, hoje em dia, tenho o dia inteiro pra estudar, mas se passasse em uma prova de tribunal, meu estudo se resumiria a 4hrs/dia (por outro lado, ficaria mais tranquila psicologicamente). O que realmente quero é Defensoria, mas confesso que tenho medo de estudar sem um concurso-escada, apesar de saber que tenho plena capacidade de estudar, pois me deparo com muitos candidatos que estudam há anos e perdem um pouco do entusiasmo. Por isso, estou querendo focar logo no meu concurso final, que é a defensoria, para isso deixaria totalmente os concursos de tribunais. O que me prende é só o fato de já estar bem afiada na matéria, e o medo de perder a motivação com o passar dos meses. Enfim, é uma decisão a ser tomada com urgência, pois 2013 promete! Abraços, e parabens mais uma vez!

    • Marcelo Martins Piton disse:17 fev 2012 às 10:20 am · Responder

      Se tu queres mesmo a defensoria, eu acho que estudar para TRT’s tu acaba saindo do foco, pois há várias disciplinas diversas…
      Como tu tem tempo sobrando, e se tu quer mesmo a DPE, ficar estudando direito do trabalho, processo do trabalho, previdenciário e tributário acaba saindo fora…
      E nos concursos da DPE a cobrança de direito penal e processual penal é muito forte, especialmente na prova dissertativa, sem falar de difusos e coletivos…
      Mas tu estudando para a DPE, tu também está estudando para os TRF’s, porque a diferença já é menor… Nesse caso até daria para conciliar…
      Eu não fazia concurso de TRT e TRE, mas isso vai de cada um…
      Entra em contato com o Rogério que ele pode te ajudar melhor, ele já deve ter respondido muitas dessas perguntas…
      Abraço!

  28. Filipe Ribeiro disse:3 fev 2012 às 8:41 pm · Responder

    Marcelo, meus parabéns! Desejo-lhe todo sucesso em sua promissora carreira na Defensoria Pública. Brilhante seu desempenho!
    Bom, em suma, endosso as palavras da colega Suellen. Estudo há uns dez meses para concursos de tribunais, porém não é meu objetivo final (seria a famosa “escada”). Almejo as carreiras da Defensoria e Ministério Público.
    Assim, indago-lhe: Acha que, com a bagagem que já adquiri, com o fato de ainda ter gás para estudar bastante (tenho 24 anos), já devo iniciar minha preparação para esses concursos (DP e MP)?

    Grande abraço! E, mais uma vez, parabéns e sucesso nesse nobre mister!

    • Marcelo Martins Piton disse:17 fev 2012 às 10:27 am · Responder

      Obrigado Filipe!!!
      Eu acho que tu tem total condições de começar a estudar para a DPE e MP, o quanto antes melhor, até por que os editais estão ficando cada vez maiores…
      Vários colegas meus passaram com 24, 25 e 26…
      Abraço!

  29. Bárbara Cristina disse:4 fev 2012 às 4:59 pm · Responder

    Nossa gente este Tuctor é muito legal mesmo! Além de todas as dicas super legais do Macelo achei esta ótima.
    Caí neste blog pelo link que foi colocado no fórum que participo no cw e adorei os textos do Rogerio Neiva e conhecer o Tuctor.
    Estou viciada em acompanhar minhas unidades.
    Fico muito agradecida a você Marcelo!

  30. Priscila disse:4 fev 2012 às 5:01 pm · Responder

    Estou achando muito interessante a interação neste post, com a participação do Marcelo!
    Isto mostra que podemos continuar tendo humildade depois de passar.

  31. Cláudia disse:4 fev 2012 às 5:04 pm · Responder

    Um dia também vou fazer parte desta galeria de relatos dos aprovados e ex-usuários do Tuctor!
    Também faço do meu lema de vida a frase:”foco no processo”!!!!

  32. Fernando disse:7 fev 2012 às 2:13 pm · Responder

    Que orientação você daria pra quem deseja prestar concurso público, mas precisa trabalhar 12 horas por dia para sustentar os pais e ora ou outra vive com a luz cortada e vendendo o almoço para comer na janta?

    • Marcelo Martins Piton disse:17 fev 2012 às 10:31 am · Responder

      Acho que este é o maior exemplo:
      “http://www.braziliantimes.com/noticia/2136,comunidade_brasileira,DE+FAXINEIRO+A+PROCURADOR+DA+REPUBLICA.html”

  33. Marcelo Piton disse:8 fev 2012 às 12:00 am · Responder

    Que bom que o resultado do relato est’a sendo positivo, tambe’m sempre gostei de ler essa parte do blog… Eu estou so com a internet do celular ate dia 16 desse mes, entao nao estou conseguindo responder… Assim q tudo se normalizar, responderei com o maior prazer os comentarios, inclusive os anteriores…
    Abracos!!

  34. Antonio Rodrigues disse:9 fev 2012 às 12:24 am · Responder

    Prof Neiva, um dia estarei aqui dando meu relato como o Marcelo e prometo que serei tão atencioso como ele tem sido. Um exemplo de humildade e disposição para ajudar.
    E no meu relato também farei questão de registrar que sou um ativo usuário do Tuctor e vivo em função das minhas metas de UEs.
    Aproveito e parabenizo a equipe tuctor pela nova versão que ficou bem mais amigável.
    Abraços!

    • Marcelo Martins PIton disse:13 mai 2012 às 2:55 pm · Responder

      Obrigado Antônio!
      Espero, então, um dia ler o seu relato!
      Abraço!

  35. Janaína Rabelo disse:15 fev 2012 às 10:08 pm · Responder

    Também vou engrossar este caldo de usuários do Tuctor e seguidores do Neiva e dar meu depoimento aqui quando passar.
    Pode esperar!

  36. Renata disse:18 fev 2012 às 3:56 pm · Responder

    Olá Marcelo!
    Estou fazendo o curso de carreiras jurídicas do LFG. Minha dúvida é quanto a referência bibliográfica. É válido investir nas referências indicadas pelos professores? Se puder me indicar alguma doutrina, fico grata!
    Att.

    • Marcelo M. Piton disse:20 fev 2012 às 7:00 pm · Responder

      A referência bibliográfica depende muito do tipo de concurso e da etapa…
      Me manda um e-mail para marcelofw@ibest.com.br que te respondo por lá…
      Abraço!

      • Renata disse:22 fev 2012 às 3:43 pm · Responder

        Ok!!
        Já enviei =)

      • ANA PAULA SOUSA SILVA disse:19 out 2012 às 9:40 am · Responder

        Marcelo, mandei um e-mail para vc pedindo indicações bibligráficas para estudo para Concursos para defensor!!! Parabéns!! Vc é um exemplo!!

  37. Fernanda Garcia disse:27 mar 2012 às 11:35 am · Responder

    Nossa, fiquei fã heheheh. Muito objetivo e claro no seu pensamento e dicas. Adorei ter lido esse depoimento. PARABÉNS e muita sorte na sua caminhada. Abraço

    • Marcelo Martins PIton disse:13 mai 2012 às 2:53 pm · Responder

      Obrigado!! Que bom que gostou do relato!
      Bons estudos!

  38. Daniel castro disse:3 abr 2012 às 5:17 pm · Responder

    Parabéns pela aprovação!! vc é prova que com muito estudo dedicação e fé em vc mesmo se pode chegar ao seu objetivo!! eu estou me preparando para concurso da defensoria publica tambem e observei suas dicas !! mais uma vez parabéns e valeu pelas dicas…

  39. Ana Paula disse:5 mai 2012 às 11:30 pm · Responder

    Oii!! Eu gostaria de saber se você conhece alguém que tenha entrado apenas com a prática de faculdade. Saiu edital da DPE do meu estado, mas não pude estagiar, pois trabalha 8 hs/dia e sou servidora pública impedida de advogar…. Se puder, vou fundo nesse concurso!
    Obrigada pela atenção e parabéns pela aprovação!

    • Marcelo Martins PIton disse:13 mai 2012 às 2:52 pm · Responder

      Olá!
      Aqui no Sul eles não aceitaram estágio da faculdade, mas não sei como é nos outros Estados.

      Abraço!

  40. raíssa disse:14 mai 2012 às 8:44 am · Responder

    Parabens pela aprovação. Queria saber se vc trabalhou durante todo o período entre a formatura e a posse na DPE. Consta que era assessor de Juiz, como conseguia estudar 10h diárias? E se não, como conseguia ficar somente estudando? Falo “somente” pq é difícil se manter assim por muito tempo.
    Abraços.

  41. Anderson disse:16 mai 2012 às 10:14 pm · Responder

    Boa noite,

    Antes de mais nada parabéns pela aprovação.

    Pretendo prestar concurso especificamente para a defensoria pública.

    Tenho dúvidas em relação aos livros mais indicados para esse tipo de concurso.

    Qualquer informação nesse sentido será de grande ajuda.

    Obrigado

  42. Fabio disse:18 mai 2012 às 3:46 pm · Responder

    Teria alguma dica pra que está no segundo período mas já tem certeza que é essa carreira que quer seguir ?

    Grato

  43. Zarak disse:22 mai 2012 às 6:21 pm · Responder

    Marcelo,

    Meus parabéns pela sua conquista! Tenho a sua idade, mas um pouco atrás de vc… Bem atrás… Não sei ainda qual carreira jurídica seguir e, em função disso, acabei estagnado nos estudos. Fui parar na faculdade de filosofia pra vc ter uma noção…, mas saí e tô retomando os estudos jurídicos.

    Achei interessante o que você disse sobre se interessar pela Defensoria, Ministério Público e Magistratura. Acho que vou fazer isso também: me interessar por todas as carreiras! Dessa forma, não fico em crise, rs.

    Agora eu gostaria que vc contasse um pouco sobre o seu trabalho como defensor; se pretende continuar nessa carreira ou fazer outro concurso; como é a rotina de trabalho; o que é mais gratificante; se vc atua na área que mais gosta, etc. Seria de grande ajuda pra mim. Como não tenho ainda os três anos de atividade jurídica, ultimamente tenho me interessado muito pela advocacia, mas não gostaria de atuar na área privada, razão pela qual tenho sentido atração pelo concurso de defensor. Agradeço o relato! Parabéns mais uma vez! Exemplo de determinação pra mim.

  44. Bruno Leonardo Bezerra disse:7 ago 2012 às 3:17 pm · Responder

    Não sei explicar mais adorei esse comentário sinto dentro de mim algo mais forte em que eu nunca devo desirtir de minhas metas e objetivos … a cada dia vou aprendendo mais e mais e isso me deixar mais motivado. bruno

  45. MArco Antonio disse:15 ago 2012 às 9:56 pm · Responder

    Parabéns Marcelo pela conquista!!!
    Sua simplicidade e preparo demonstram que está no local certo: DPE

    Seu exemplo me fortificou a voltar estudar de forma metodológica e organizada.

    Sucesso!!!

  46. lucy disse:20 ago 2012 às 2:32 pm · Responder

    Também queria ficar dois anos sendo sustentada sem precisar trabalhar pra conseguir estudar.. isso é uma oportunidade que muitos por aí tem e poucos sabem aproveitar.. Parabéns pela dedicação!

  47. Alina disse:24 ago 2012 às 3:06 pm · Responder

    Oi Marcelo!!!

    Fiquei ainda mais empolgada em ler o seu relato!!! Eu fiz o concurso para a DPE-Paraná nesse mês e pela pontuação que eu fiz na prova é bem possível que eu vá para a segunda fase…

    O problema é: eu estou perdida! Foi o meu primeiro concurso para a Defensoria, e será tbm a minha primeira 2ªfase!!!

    Como eu faço pra estudar???

    Desde já,

    Obrigada!!!

  48. Inês Domingos disse:21 set 2012 às 7:34 pm · Responder

    Boa noite.

    Que belo exemplo de garra e força , fizeram suprir mais ainda o meu sonho por essa bela carreira. Estou no 4 semestre e me sinto aflita desde já sobre concurso público, gostaria de me preparar desde logo, pois tenho tempo de sobra por não estagiar ainda. Gostaria de saber que referências bibliográficas utilizara em sua graduação e posteriormente em preparo? Desde já agradeço por sua atenção por todas as respostas proferidas aos outros colegas.
    Muito sucesso e paz, que Deus continue abençoando a sua vida e sua carreira.

  49. Bruna disse:9 out 2012 às 11:58 am · Responder

    Muito obrigada pelas dicas e parabéns pela sua aprovação!!!

  50. Marcelo PIton disse:13 out 2012 às 9:18 pm · Responder

    Obrigado a todos!!
    Sucesso nessa caminhada…
    Abraços!!

  51. Rosanna disse:15 out 2012 às 10:57 am · Responder

    Marcelo, como era o seu planejamento de estudos, suas metas semanais? Você ainda tem? Posso mandar um email pedindo?
    Parabéns!!

  52. Marília Martins disse:16 nov 2012 às 1:00 am · Responder

    Primeiramente, parabéns ao Dr. Marcelo Piton!

    Queria perguntar uma coisa: alguém estuda para a DPU?
    O conteúdo é enorme, cai praticamente todos os ramos do direito… terminei a faculdade ano passado e atualmente curso LFG, mas penso em fazer o curso completo do Renato Saraiva próx ano por ser mais abrangente.

    Mara Pessoa, vc assistiu todas as aulas?

  53. Diego disse:20 nov 2012 às 11:06 am · Responder

    Legal,eu trabalho 12 horas por dia,faço faculdade de noite,e mal tenho tempo para estudar!
    Olha só como a vida é desigual.Essa é a dura realidade.Fato!Quem pode mais chora menos.

  54. João disse:20 nov 2012 às 8:20 pm · Responder

    Parabéns ao Dr. Marcelo Piton !
    Tenho 17 anos e meu sonho é ser Defensor Público , ano que vem entrarei na faculdade de direito e vou correr atrás do que quero , irei estudar assim como você diariamente !Abraço .

  55. silmara matos disse:21 nov 2012 às 12:37 pm · Responder

    Bom dia Dr Marcelo Piton, parabéns pela aprovação! Vejo que foi de Deus entrar nessa página e me deparar com seu testemunho, sou advogada, me formei em 2007 com 22 anos..e por motivos pessoais acabei adiando os estudos para concurso e fui trabalhar um pouco com advocacia depois mudei de ramo! rs fui para o mercado imobiliário trabalhando em família, onde so agora final de 2012 surgiu uma nova oportunidade de reingressar nos estudos..sendo assim estou começando..mas tenho um foco…defensorias ou procuradorias estaduais…e gostaria de um conselho quanto ao foco de estudo…dá para estudar para os 2 concursos defensoria e procuradorias? E se no caminhar da jornada surgir algumas provas para analistas os mais “leves” rsrs quais dos analistas são mais semelhantes a defensorias e procuradorias para não fugir o foco dos estudos? tenho em mente que jamais farei um concurso onde se exija calculos e raciocinios logicos nao me identifico! como estudar para esses conteudos defensorias, procuradorias, e se por ventura aparecer, analistas…sem perder o foco da semelhança de conteúdos?

  56. Amanda disse:4 dez 2012 às 6:04 pm · Responder

    Durante o período do curso de Direito, você estudava quantas horas diárias? Obrigada

  57. Ana disse:26 dez 2012 às 10:57 am · Responder

    Prezado Marcelo, fui estagiária da DPE/RS e sonho com a carreira. Me formo em 2013/01 e ganhei uma bolsa parcial na FESDEP, todavia, tenho dúvidas sobre se deveria investir na FESDEP ou tentar fazer um curso preparatório mais abrangente, para várias carreiras jurídicas. Você acha que, se eu não passar no concurso para Defensor, terei carga de conhecimento suficiente para fazer outros concursos, sem necessitar fazer novo curso? Me interessa, também, algumas escolas como a VERBO que permitem que tu converta o preparatório em pós, mas estou com muitas dúvidas sobre o foco que devo tomar. Se puderes me ajudar, com sua opinião, eu lhe seria imensamente grata.
    Aliás, você acha que no próximo concurso serão exigidos três anos de prática, mesmo?
    Obrigada!!!

  58. camilla disse:24 jan 2013 às 10:28 pm · Responder

    Parabéns!!! Tenho certeza que valeu a pena…
    Queria pedir uma orientação para estudar para a DPU… me indicaria alguma doutrina de civil e de constitucional?

  59. Mariana disse:25 jan 2013 às 5:33 pm · Responder

    Parabéns Marcelo!
    Teria como disponibilizar a doutrina que tu utilizou? Estou fazendo o intensivo anual do LFG, o mesmo que tu fez.. E almejo ser defensora pública estadual, só que a doutrina que eles indicam é bem “geral”, e eu queria uma direcionada para a DPE/RS. Abraço!

  60. Roberta disse:14 fev 2013 às 4:12 pm · Responder

    Bem merecido, colheu o que plantou. Bom, me formo este ano, e meu sonho sempre foi o Ministério Público, e tive o conhecimento de que para ingressar no concurso do MP é necessário pratica juridica pelo periodo de 3 anos. Sou secretaria/estagiaria em um escritorio de advocacia, e cada dia vejo que não me agrada este ramo, no entanto, no que eu poderia investir para conseguir essa pratica juridica para então estar apta a prestar o concurso do MP? Aceito conselhos, opiniões, etc. Estou pensando em mudar de cidade para aprofundar meus estudos e me preparar para o MP, mas por onde começo? Obrigada, desculpa a ignorância. Tenha um bom dia.

  61. Elizangela F de Lima disse:22 fev 2013 às 2:24 pm · Responder

    Marcelo, boa tarde
    Gostei das dicas.
    Pensei que o melhor caminho fosse estudar em casa, mas como vc orientou primeiro fazer um cursinho, para depois fazer o seu plano de aula. Anos que eu não pego nos livros para estudar, tenho dificuldade no portugues principalmente redação , sou formada no curso superior de fisioterapia . Pode me orientar qual é o melhor curso online que eu posso fazer e quais concursos devo me preparar futuramente ?
    Quero optar para conurso em qualquer area do nivel superior ou tecnico ?
    Desde já agradeço a atenção
    Elizangela.

  62. Elizangela F de Lima disse:22 fev 2013 às 2:36 pm · Responder

    Marcelo deixei o meu comentario, para que vc possa me responder, deixo o meu email, esta no comentário acima, mas esqueci de colocar o meu email.
    limashalon@hotmail.com , elizangelafreire@correios.com.br ou elizangela.pibbr@hotmail.com

    Marcelo, boa tarde
    Gostei das dicas.
    Pensei que o melhor caminho fosse estudar em casa, mas como vc orientou primeiro fazer um cursinho, para depois fazer o seu plano de aula. Anos que eu não pego nos livros para estudar, tenho dificuldade no portugues principalmente redação , sou formada no curso superior de fisioterapia . Pode me orientar qual é o melhor curso online que eu posso fazer e quais concursos devo me preparar futuramente ?
    Quero optar para conurso em qualquer area do nivel superior ou tecnico ?
    Desde já agradeço a atenção
    Elizangela.

  63. Iraci Donizetti Nogueira Farias disse:1 mai 2013 às 2:46 pm · Responder

    prezado marcelo parabêns, eu tambem estou cursando o curso de direito 5º ano na faculdade de direito fadiva em varginha, eu tenho 58 anos o meu sonho tambem. É á defensoria pública, mas, tenho muita dificuldade em memorizar os meus estudos, para ter uma ideia eu fiz a prova do dia 28/4/2013,só concegui gabaritá 23 questõs. pois eu gostaria um concelho de amigo, você não acha que é pelo o fato da minha idade que eu encontro todas as, estas dificundade. um abraço, atenciosamente.

  64. Mariza disse:22 ago 2013 às 11:02 am · Responder

    o que é tuctor????

  65. PATRICIA MUSSI GOMES disse:31 ago 2013 às 10:07 pm · Responder

    BOA NOITE MARCELLO,

    Sempre tive o perfil e o sonho para ser Defensora Publica ou Juiza. Porém, nunca tive condições de fazer uma faculdade de direito porque onde morava tudo era particular e muito caro. Minha vida tomou outros rumos e me formei em outra coisa. Mas hoje moro no Rio de Janeiro e ainda nao desisti de realizar meu sonho. Quero poder Defender quem não pode pagar por um advogado e um dia quero ser Juiza porque sou uma pessoa de muita fibra. Não o conheço pessoalmente , mas fiquei muito feliz em ler dua história. O que gostaria de pedir é DÊ O MELHOR QUE PUDER, FAÇA SEU MELHOR SEMPRE PARA DEFENDER QUEM SÓ TEM VOCE PARA BRIGAR POR ELE,,,,,,,,, A POPULAÇÃO CARENTE. Cuide deles……….PARABENS POR TUDO

  66. Everton Dias disse:15 set 2013 às 1:12 am · Responder

    Nossa! Muito bom esse artigo!

    E Parabéns pro Marcelo! Esse é fera!

    Abraços!

  67. Amanda Correa disse:25 set 2013 às 10:54 am · Responder

    Fiquei admirada com sua determinação,pode ter certeza que você é um exemplo pra todos,é uma grande motivação,meus parabéns!

  68. Rafael disse:10 mai 2014 às 3:14 pm · Responder

    Boa tarde Marcelo!

    Parabéns pela determinação e aprovação … Só vi hoje esse site e sua história!

    Sempre tive e ainda tenho o sonho de ser Defensor Público… Já prestei alguns concursos da Defensoria aqui em SP na não deu… Como sobre tive que trabalhar e estudar não consegui me dedicar totalmente aos estudos.

    Pretendo voltar, mesmo na correria do dia a dia, a estudar … Vou tentar fazer um curso em DVD em casa mesmo e estudar por apostilas anotadas.

    Hoje já estou com 34 anos acredito que ainda dê tempo para conquistar esse sonho.

    Um grande abraço e muito sucesso !!!

    Rafael

Menções deste artigo em outros sites:

  1. Concursos abertos e editais do Senado, Defensor RJ, TCM GO e outros
  2. Concursos Abertos: Inscrições e Editais (ed. 137 – 05/2012 – 30/01/12) « GEN Jurídico
  3. Relatos de Aprovados em Concursos Públicos: Top Posts de 2012!

Deixe um Cometário